Suspensão da greve dos vigilantes na Bahia em virtude do coronavírus

Decisão foi divulgada na tarde desta terça-feira (24)

A greve dos vigilantes que prestam serviço à instituições da Bahia teve fim na tarde desta terça-feira (24). A paralisação já durava 14 dias. Em nota divulgada, o Sindicato dos Vigilantes da Bahia informou que a decisão se dá em virtude da calamidade causada pelo novo coronavírus. Com a medida, as agências bancárias do Estado devem ter seus serviços normalizados. A partir de 7h da quarta-feira (24), os trabalhadores voltam aos seus postos. 

Confira a nota na íntegra:

COMUNICADO SUSPENSÃO DA GREVE DOS VIGILANTES

CONSIDERANDO que o Congresso Nacional decretou ESTADO DE CALAMIDADE PUBLICA (Dec. Legislativo nº 6/2020), ratificadas por Estados e Municípios, no âmbito das suas competências;

CONSIDERANDO, em especial neste momento, que defender a vida, a saúde e a proteção de pessoas constituem o principal compromisso dos homens e mulheres que integram os quadros dos e das profissionais da segurança privada/Vigilantes;

CONSIDERANDO que a calamidade pública, as limitações impostas (e necessárias) e a responsabilidade com a vidas de todos se tornou maior e mais urgente que as nossas justas querelas com os empregadores;

CONSIDERANDO, inclusive, que neste contexto de calamidade, a atividade dos profissionais de segurança privada está inserida entre as ATIVIDADES ESSENCIAIS (Decreto 10.282/2020;

Ainda, levando-se em conta as decisões tomadas pelas direções dos Sindicatos no último dia 19, principalmente a suspensão de todas as assembleia, concentrações e atividades externas vinculadas a greve da categoria, tendo em vistas as restrições decretadas por autoridades governamentais.

As Diretorias do SINDVIGILANTES/BA, SINDMETROPOLITANO, SVITABUNA E SINDVIGILANTES/FEIRA, DELIBERARAM, ad-referendum das respectivas Assembleias Gerais, SUSPENDER A GREVE GERAL DOS VIGILANTES DO ESTADO DA BAHIA A PARTIR DAS 07H DO DIA 25 DE MARÇO DE 2020, MANTENDO-SE O ESTADO DE GREVE, o que significa que, passado a pandemia e levando-se em conta a situação do Dissídio Coletivo em tramitação na Justiça do Trabalho, podemos decidir pela retomada da greve.

A partir desta quarta-feira, 25, estaremos junto aos vigilantes, inclusive  nos seus postos de trabalho, para cuidar da proteção da sua saúde e do seu emprego, uma vez que as empresas tem deixado de fornecer equipamentos de proteção aos profissionais contra o Coronavirus, a exemplo de mascaras, luvas ou adotado procedimentos de isolamento de áreas, entre outras recomendações das autoridades, profissionais da área médica ou até mesmo previsão em Normas e Leis.

Parabenizando a todas e todos os Vigilantes pela disposição e compromisso com a luta, aproveitamos para também agradecer a confiança nos seus colegas da direção dos Sindicatos.

A todos as cidadãs e cidadãos, nosso agradecimento pela solidariedade e compreensão nestes quase 14 dias de luta contra a injustiça e por uma vida digna.

Bahia, 14 de março de 2020

SINDVIGILANTES/BA – Sindicato dos Vigilantes do Estado da Bahia

SINDMETROPOLITANO – Sindicato dos Vigialntes de  Camaçari e RMS

SVITABUNA – Sindicato dos Vigilantes de Itabuna

SINDVIGILANTES/FEIRA – Sindicato dos Vigilantes de Feira de Santana