Cuidados estéticos na terceira idade

0
213

Com o passar dos anos, o tratamento da pele deve ser redobrado.

Cuidar da pele do rosto e do corpo deve ser um hábito diário e praticado desde a infância, a fim de evitar manchas e rugas na fase adulta. E quando alguém chega à terceira idade, esses procedimentos devem ser observados com mais atenção.

Adélia Mendonça, especialista em dermocosméticos, elenca as alterações sofridas na pele com o decorrer do tempo. “Inicia-se a perda de colágeno, diminui-se a produção do ácido hialurônico e a perda da elasticidade. Com o avanço da idade, também ocorre o envelhecimento cutâneo, surgindo os sinais: linhas de expressão, flacidez e rugas e manchas senis”, explica.

Dessa forma, os cuidados estéticos na terceira idade envolvem diretamente a qualidade de vida do ser humano, já que, nessa fase, normalmente, há a perda da elasticidade, firmeza da pele e dificuldade em perder peso. “A pele e o corpo ficam mais frágeis. A pele tende a perder a oleosidade, o que resulta em ressecamento, podendo desenvolver microlesões. Outro fato importante é o uso do protetor solar. Pessoas na terceira idade precisam se proteger mais contra os danos causados pelos raios solares, pois eles aceleram o envelhecimento cutâneo, além de ser maior os riscos de câncer de pele nessa idade”, afirma a especialista.

Há solução?

É possível prevenir rugas e marcas de expressão desde que haja uma rotina diária de cuidados. Para tanto, alguns produtos são essenciais. “Limpeza, produtos anti-idade, hidratação e proteção, alimentação adequada e evitar exposição ao sol ajudam nesse processo”, salienta Adélia. Além disso, hidratante e protetor solar de boa qualidade garantem mais firmeza à pele e diminuem o impacto dos raios UV.

E se engana quem acha que nessa idade não há chance de haver reações alérgica a esses produtos. Se o indivíduo nunca usou aquele produto ou usou há muito tempo e depois de anos retomou o uso, a perda das estruturas de sustentação da pele podem causar irritação.

Nesses casos, é necessário procurar um profissional especializado para verificar os danos causados e possíveis soluções que acalmem a epiderme.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui