Cloroquina chama atenção de ministro da Saúde da França

0
259

Ministro solicitou que medicamento seja analisado por Alto Conselho da Saúde Pública um dia após Lancet publicar estudo que indica ineficiência.

Um dia após publicação de estudo que afirma que pacientes da Covid-19 tratados com cloroquina e hidroxicloroquina têm 45% mais chance de falecer, o ministro da Saúde da França, Olivier Véran, pediu por revisão de regras de prescrição. Outros tratamentos alternativos passarão por revisão.

Além do estudo que afirma que a hidroxicloroquina não é eficaz contra o novo coronavírus , estudos da China e da própria França que saíram na semana passada atestaram o mesmo.

O medicamento pode ser ainda mais letal para pacientes que tiveram pneumonia por conta da Covid-19 ou que possuem outros problemas de saúde.

Assim como no Brasil, a França não tem restrições quanto ao uso da cloroquina em casos graves da doença. O ministro fez o pedido de revisão em 48 horas em seu Twitter hoje, 23, ao Alto Conselho de Saúde Pública.


Qualifique Já!

Leia outras notícias em nosso site Qualifique Já! Siga, também, o Qualifique Já! no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva em nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (71) 99908-4281.

Curta nossa página

Grupos no WhatsApp e Telegram

Participe também de nossos grupos no WhatsApp e Telegram e receba diariamente todo o nosso conteúdo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui